Evoke Art # Stephan Doitschinoff

A parceria entre a Evoke e Stephan Doitschinoff se iniciou há mais de uma década. Em 2009 foi lançada a linha EVK – Fast Forward, que trouxe séries limitadas e assinadas por artistas contemporâneos de destaque. O modelo personalizado por Stephan Doitschinoff (também conhecido como Calma) foi sucesso e inclusive foi relançado no ano seguinte, em nova série limitada.

Assim como todos os óculos da linha EVK, a embalagem externa personalizada pelo artista levava o selo FSC (Forest Stewardship Council) de produção sustentável e estojos em tecido de pet reciclado forrados de algodão natural. Para apresentar esse lançamento, o Estudio Evoke em parceria com a produtora Dínamo criou um filme com trilha sonora do NASA do DJ ZeGon.

Antes de convidar o artista paulistano para personalizar sua arte e estilo numa lupa, a Evoke já mantinha proximidade com suas obras.

Entre 2005 e 2008, Calma morou na cidade de Lençóis, no interior da Bahia, onde se dedicou a “pintar uma cidade inteira” como ele conta no documentário dirigido por Bruno Miith, produzido pela Movie&Arte, com trilha sonora da banda Hurtmold e apoio da Evoke.

Sobre sua própria obra, Stephan Doitschinoff define como um estudo sobre símbolos e estruturas de poder. “Até 2009 meu trabalho era totalmente focado em pintura. A partir daí, comecei a me interessar por instalação, performance e até escultura”, afirmou o artista em recente entrevista à revista Bravo!.

Ainda no ano de 2009, junto com o lançamento do EVK Fast Forward, rolou o lançamento do livro Calma – The Art of Stephan Doitschinoff . Reveja o vídeo do evento no MAM, o Museu de Arte Moderna de São Paulo:

 

Já em 2012, o artista lança outro livro, intitulado CRAS. Mais uma vez a Evoke esteve lá apoiando.

 

Stephan conta que a mão é imagem que está presente em seu trabalha há muitos anos, desde 2006. “Comecei a desenhar e pintar mãos foi inspirado por quiromancia: a ideia de que você pode ler a história de uma pessoa, ou o futuro nas rugas e nas linhas da mão”, conta.

Sua primeira exposição solo foi em 1999, em Winsdor, na Inglaterra. Hoje ele é referência total nas artes plásticas made in Brazil e estende seu trabalho para outras plataformas. Uma iniciativa recente é o Cvlto do Fvtvrv, “um projeto que tem como a intenção de criação de uma seita/igreja explorando tds as estruturas que poderiam construir essa entidade complexa, como: templos altares, cerimeonia, marchas, procissões, dogmas ou anti dogmas hinários”… todas as pequenas coisas que foramam uma garnde estrutura. Item chave é o engajamento e as pessoas podem participar doas próximas ações.. Saiba mais em www.fvtvrv.org.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *