evoke plays louder # O Punk Não Morreu?!?!

Com o recente fechamento do Hangar 110  – a meca paulistana do punk rock – em dezembro de 2017, muitos fãs do estilo ficaram órfãos. A casa de shows estava em atividade desde 1998 promovendo os mais relevantes concertos punks do Brasil.

Oitão no Hangar 110, durante a série de shows de despedida da casa. Foto: Vanessa Castro/Oitão.

Em entrevista para o UOL dias antes do fechamento da casa, o proprietário Marcos “Alemão”, afirmou: “Não é que os negócios não iam bem. É que a gente não vê uma perspectiva de renovação de público e de bandas”.

É claro que esta visão pessimista não é a mesma de outros punkers como Wlad Cruz editor-chefe do portal Zona Punk – no ar desde 1999.  E ele afirma:

“Não apenas o punk, mas o rock em geral está em baixa hoje em dia. É novamente música de nicho, é a oposição. As novas gerações não estão interessadas em guitarras, mas isso não quer dizer que o punk não vive, até por que punk nunca foi e jamais será apenas música. É punk aquele que faz uma start up, que inventa um app, que horizontaliza e democratiza a informação. É punk aquele que se posiciona, que ajuda uma iniciativa legal, que faz sem esperar confete ou subsídio vindos de cima. É punk pra caramba aquele que educa, que ajuda e que faz sem esperar ninguém. Não há rebeldia maior do que o conhecimento. Do it yourself, diziam. E a máxima ainda vale. Estamos por ai. Danem-se os clichês”.

E esse depoimento vale para vários outros que levam o movimento à frente (com shows sempre cheios, diga-se de passagem), como as bandas CPM22, Oitão, Dead Fish, Ratos de Porão e outras.

A verdade é que para nós, Punks Nunca Morrem. O sentido de “faça você mesmo” se aplica na vida, para sempre.

E, ainda olhando para trás, vale a pena conferir uns cliques exclusivos da época de ouro do punk nacional: anos 80. Conseguimos umas imagens da exposição Punk SP 80, que o Ariel Invasor (Invasores de Cérebros / Restos de Nada) promoveu em 2015 em São Paulo. Veja e inspire-se:

Psykoze

 

Ratos de Porão

 

Zona X

 

Inocentes

 

Invasores de Cérebros

 

A exposição “Punk SP 80” saiu junto com o single homônimo do Rock Rocket com Ariel Invasor. Escute e assista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *