EVOKE TOP 5 # JAZZY

4

Todo mundo gosta de música boa, mas achar um som classe em Sampa e ainda
de quebra ver uma exposição é uma missão quase impossível.
Se você ainda não conhece a Jazzy, festa mensal feita pela Chocolate e Groovelicious,
não pode perder a edição de um ano que rola nesse sábado no Studio Dama, no
retudo boêmio de Pinheiros.
Para entender um pouco sobre esse ritual, a Evoke foi bater um papo com o Guigo Lima,
um dos idealizadores da festa. Confira aqui os cinco motivos para te fazer sair de casa e
balançar o esqueleto.

Atenção: A Evoke vai estar lá, e você?

EVOKE: Com surgiu a Jazzy? E por que?
Guigo Lima: A Jazzy foi criada para receber nossos amigos mais velhos.
A hora, o lugar e a música foi pensado em atrair um púbico que busca qualidade e diversão.

EVK: Por que Jazzy?
GL: Esse é o tema e a atmosfera da festa. Ela sempre rola com uma banda de Jazz tocando ao
vivo e quando a festa vai pra pista, os DJs mantém o clima tocando músicas que tem fusão
com Jazz e que sejam dançantes.

2

EVK: Cinco coisas que não sabemos sobre a Jazzy?
GL:

  • Menores de 30 anos não entram sem nome na lista.
  • A banda faz duas entradas e a primeira geralmente começa entre 19hs e 19:30hs.
  • O cardápio muda a cada edição se adaptando ao tema ou estação do ano.
  • As exposições tem curadoria do Felipe Yung aka Flip.
  • A Jazzy não tem hora pra acabar, e vai até o último cliente!

 EVK: Cinco sets inesquecíveis nesse 1 ano de jazzy.
GL:

Jazzy-11

Fotos: I Hate Flash/ Guigo Lima. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *