DUANE PETERS NA EVOKE – MIXTAPE, BUKOWSKI, SKATE E MAIS

O Duane Peters gosta de dizer que é um skatista, punkrocker e ponto. Pra gente, e pra todo mundo que conhece a história do skate e universo que gira ao redor, não dá pra definir assim. Pra começar, o Duane é um ícone criativo que inventou e consagrou uma série de manobras – como o acid drop, o layback grind, o invert, o fakie hang-up… – e um dos primeiros skatistas profissionais a entrar de cabeça no punk rock, conquistando um lugar de destaque na cena à frente de algumas bandas, em especial o U.S. Bombs.

Em visita essa semana ao Q.G. da Evoke, o Duane provou ainda que vai muito além disso. Orgulhosamente, podemos dizer que é um amigo, e também acrescentar que ele é um cara autêntico, honesto, divertido, agilizado, inteligente, doidão e muito divertido, que fez do caos que rege a sua vida um caso bem sucedido. O master do disaster! Entre seus inúmeros vícios e obsessões, três são os melhores, e são eles que dão liga ao nosso post que resume a passada del por aqui: o skate, a música e o autor maldito Chalers Bukowski. Curte aí.

skate, mixtape

 

TOP 11 MÚSICAS

mixtape, skate

Dá play!

Quem conhece o Duane Peters pelo U.S. Bombs já sabia que ele é louco por música. E um doidão produtivo. Além citada banda de Orange County de 93, ele tem ainda outros 4 projetos de punk rock: Die Hunns, The Gunfight, Exploding Fuck Dolls e Duane Peters and the Great Unwashed, além de um esquema tendo como base os escritos do escritor Charler Bukowski, do qual falamos abaixo.

Na playlist acima, o Duane escolheu as 11 melhores músicas de todos os tempos na opinião dele, inspiração máxima para todas as suas bandas  (já linkamos em cima cada uma à sua respectivas página no Myspace, pra quem estiver interessado). Aqui, a gente dá uma prévia da que achamos mais legal, o Gunfight, meio punk, meio rock, meio garage. Saca o clima.

 

De top 5 bandas de todos os tempos, o raking do Duane fica assim:

1. Rolling Stones

2. The Clash

3. Ramones

4. Sex Pistols

5. Stiff Little Fingers

 

mixtape, skateU.S. Bombs no peito

 

skate, mixtapeA primeira coisa que o Duane fez no Q.G. da Evoke foi saltar na bateria do studio e começar a bater em tudo. Uma das fontes de tanta energia deve ter sido os litros (literalmente) de café que ele tomou em menos de 3 horas

 

TOP 4 BUKOWSKI

“Curto o Bukowski desde criança, desde que li Women. Eu tive esse livro no meu bolso de trás durante uns seis anos. Aí que alguém comprou pra mim um novo, com uma capa incrível, você podia sentir aquele cheiro… Dele e do Basketball Diaries, do Jim Carroll, os dois melhores livros do mundo. Os meus antigos estavam todos podres, com páginas caídas, tinha que tomar cuidado pra ler… Nossa, esses são os meus tesouros.”

Assim o Duane fala da relação dele com Charles Bukowski, escritor que nasceu na Alemanha e foi criado em Los Angeles na déc de 20 e se tornou um clássico da literatura com escritos obscenos, cheios de porres, mulheres e  situações quase (ou totalmente) surreais em tom confecional; segundo o The New Yorker, um autor que combinou a promessa de intimidade confessional de um poeta com o apelo maior que a vida de um herói de pulp fiction. Alguma semelhança com o Master Of Disaster?* Não é mera coincidência. Duane gosta tanto do poeta maldito que transformou a adoração em prática, e foi daí que nasceu o A Night With Bukowski. Resumindo, em um palco com luz baixa, um piano e acompanhado de um grupo que inclui banda de rock, orquestra e um tatuador em ação, Duane lê trechos do autor de Factotum enquanto faz com os outros a trilha sonora. Tudo isso após chegar no espaço em uma enorme limosine branca. Style. O projeto estreiou na Alemanha com duas noites sold out e entra em turnê pela Europa em setembro. Quer ver?

 

(Melhor começar dos 44 segundos. E tem muito mais coisa clicando aqui)

* Duane é conhecido como “The Master Of Disaster” (O Mestre do Desastre) desde a adolescência. Quem deu o apelido foram uns hippies com quem ele costumava andar

 

Aproveitando o clima, pedimos pra ele eleger as melhores coisas do velho Buk pra quem quer conhecer a obra dele. Aí vai, então, um TOP 4 Bukowski:

1. Women (romance de 1978)

2. The Drunk Tank Judge (conto no livro Play the Piano Drunk Like a Percussion Instrument Until the Fingers Begin to Bleed a Bit, de 1979)

3. My Soul

4. The History Of A Tough Motherfucker (tradução em francês, alemão e português aqui)

 

TOP 5 SKATISTAS

Duane passou na Evoke no caminho para Florianópolis, para onde se dirigia para o Red Bull Skate Generation, campeonato que reúne a velha e a nova geração do esporte, que competem juntas em grupos de 4. Não podíamos deixar o Duane ir sem pedir um Top 5 skatistas de todos os tempos na opinião dele. O que ele disse:

1. Tony Alva: “Porque ele foi o primeiro mad dog. E por causa do estilo e tudo, porque é controverso, honesto. Ele ainda representa hoje.”

2. Pedro Barros: “Meu skatista favorito hoje.”

3. Danny Way: “Ele é completamente louco, é outro patamar.”

4. Brad McClaine: “Gosto muito.”

5. Ben Schroeder: “Ele destroi tudo em que toca. Quebrou o meu pé uma vez, fiquei debilitado um tempão. É um grande skatista.”

 

mixtape, skateProblem solved

 

Bom, esse post tá meio sem pé nem cabeça, mas foi assim mesmo que foi a visita do Duane ao nosso Q.G. Para consertar o desastre do texto, melhor dar uma olhada nas fotos do dia.

 

mixtape, skate

mixtape, skate

skate, mixtape

skate, mixtape

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

mixtape, skate

2 thoughts on “DUANE PETERS NA EVOKE – MIXTAPE, BUKOWSKI, SKATE E MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *